Patronos da Diocese

História

Os nossos patronos eram 3 dos 40 Mártires do Brasil. E o que são os Mártires do Brasil? Trata-se de 40 jovens, quase todos entre os 20 e os 30 anos de idade, que se dirigiam de barco para o Brasil, a fim de ajudar na sua evangelização, mas que, nas Ilhas Canárias, foram intercetados por navios de calvinistas que, sabendo que eles eram missionários católicos, os deitaram ao mar. Era o dia 15 de Julho de 1570.

Chefiados pelo Padre Inácio de Azevedo, 32 eram portugueses e oito espanhóis. Foram beatificados por Pio IX em 11 de Maio de 1854 e a sua festa litúrgica celebra-se a 17 de Julho.

Os nossos patronos

Através das ilustrações de Mercês Castelo-Branco, apresentamos-vos os nossos patronos!

Irmão Francisco Álvares

Natural da Covilhã, trabalhou afincadamente como cozinheiro, comprador, tecelão e cardador, era uma pessoa trabalhadora e dedicada a esses mesmos trabalhos, tendo-se distinguido nessas áreas. É considerado um homem de muita virtude e excelência.

Irmão António Soares

Nasceu em Celorico da Beira e foi um dos 40 mártires que se ofereceram para a aventura missionária no Brasil, fazendo-se denotar a sua coragem, força e bravura.

Irmão Manuel Fernandes

Nasceu na Vila de Trancoso e estudou sacerdócio por ordem do Padre Inácio Azevedo devido à sua devoção e tamanhas qualidades. Aquando do estudo, por ser uma pessoa preocupada, foi nomeado soto-ministro da comunidade, ou seja, orientava as coisas para que nada faltasse aos irmãos, tarefa que desempenhou com toda a dedicação.